quarta-feira, novembro 15, 2017

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Venho a publico repudiar o comportamento mesquinho, infame e repugnante da Prefeita de barro Preto Ana Paula Clementino, que mais uma vez utiliza a máquina publica através de alguns blogs sem compromisso com a sociedade para desviar as atenções da sua péssima administração inventando factóides com o objetivo de desgastar a minha imagem. 

Na última sexta feira (10) a Prefeita num ato de irresponsabilidade distribuiu mais uma inverdade, disse que eu teria utilizado indevidamente o CNPJ do Município para fins pessoais, venho a público desmentir essa Senhora. 

Fui Prefeita de 1º de janeiro de 2013 a 31 de dezembro de 2016, portanto utilizei das minhas prerrogativas como gestora para administrar o Município. Assinar contratos com as instituições publicos e privadas é uma das prerrogativas dos gestores no mundo inteiro, o contrato temporário assinado com a telefonia OI para atender as repartições do Município, não poderia ter sido assinado por outra pessoa a não ser por mim, nunca fiz contratos com qualquer empresa para me locupletar, todas as minhas ações foram pautadas com lisura, respeito e zelo com o dinheiro publico. 

É lamentável que com tantas obrigações de um Prefeito Municipal temos pessoas como a senhora Ana Paula Clementino que deixa de cuidar da população para brincar de ser Prefeita.

Jaqueline Reis da Motta

quinta-feira, agosto 31, 2017

BARRO PRETO ARRECADA QUASE  20 MIL REAIS E A CIDADE TÁ UM BREU


E ninguém pode negar, a cidade de Barro Preto vem passando ultimamente por situações bem complicadas, a falta de compromisso da Prefeita Ana Paula Clementino do PMDB é clara,todos os dias tem sempre algum tipo de reclamação, falta de médico no Hospital ou Unidade de Saúde, merenda escolar de péssima qualidade, lixo na rua, e a escuridão que toma conta da cidade, alunos da zona rural sem ir para as escolas sem transporte escolar e com as estradas em péssimas condições.

 O Município arrecada com a CIP (Contribuição de Iluminação Pública) aproximadamente R$ 20 mil reais para a reposição de lâmpadas, fotocélulas e reatores, com o objetivo de manter a cidade iluminada, mas a escuridão assombra a população que com medo não sai de casa, Barro Preto hoje tem aspecto de cidade fantasma.

A Prefeita parece não tá muito preocupada, todas as vezes em que é questionada, agride quem se atreve a reclamar da escuridão, ou de qualquer outra mazela do Governo, agora resta saber pra onde está indo o dinheiro que é arrecadado mensalmente com a taxa de iluminação pública.

quarta-feira, agosto 30, 2017

IBGE ESTIMA QUE BARRO PRETO VAI MURCHAR EM 2017

O IBGE divulgou nesta quarta-feira a estimativa da população, em 2017, para Barro Preto, indicando que o mesmo terá uma redução de pessoas vivendo no município. 

Os dados apontam uma redução de quase 4% na população barro-pretense, enquanto municípios vizinhos como Floresta Azul e Itajuípe passarão a ter cerca de 2.000 pessoas a mais em sua população. 

Com a estimativa, Barro Preto deve sofrer, em breve, diminuição em repasses financeiros feitos pelo governo federal, além de cair no ranking de indicadores sociais dos municípios brasileiros. 

terça-feira, agosto 22, 2017

BARRO PRETO: PREFEITURA VAI PAGAR R$ 5.500 REAIS PARA LAVAR 4 VEICULOS EM 15 DIAS

A crise financeira que assola as Prefeituras Brasileiras, parece que não chegou em Barro Preto, pequena cidade de pouco mais de seis mil habitantes no Sul da Bahia.

A Prefeita do PMDB Ana Paula Simões Clementino, divulgou termo de dispensa de licitação nº 053/2017 contratando a empresa Erlon Nunes Souza pelo valor de R$ 5.520,00 ( Cinco mil e quinhentos e vinte reais), para lavar 4 veículos da frota do Município, a Prefeita Ana Paula publicou a Ratificação da dispensa no último dia 12.

A publicação foi o suficiente para causar um alvoroço no Município, Uma das coisas que mais chamam a atenção na atual administração em Barro Preto  é a grande quantidade de publicações no diário Oficial de inexigibilidade e dispensas de licitação, só em 8 meses de  Governo a gestão já fez quase 80 processos de inexigibilidade e dispensas.

A Prefeita ficou famosa na Bahia pelo fato de ter empregado na Prefeitura  28 parentes, o que está sendo investigado pelo Ministério Publico do Estado.

O que causa espanto é que no inicio do Governo, com argumento de enxugar a folha alegando que o Município passa por dificuldades financeiras,  Ana  Paula fez uma limpa nos salários de servidores do Município, cortando horas extras, gratificações, insalubridades e outras vantagens, quem mais sofreu com a higienização dos salários foram os servidores com os menores valores, lotados na secretaria de administração.

quinta-feira, junho 08, 2017

BOMBA! PREFEITA É INTIMADA PELA JUSTIÇA POR ENTUPIR A PREFEITURA DE PARENTES



A prefeita de Barro Preto, Ana Paula Simões, foi intimada a prestar esclarecimentos à justiça diante da acusação de ‘entupir’, desde o início do mandato, a prefeitura com parentes (crime de nepotismo).

Uma ação popular identificou pelo menos 11 pessoas com grau de parentesco ocupando cargos comissionados (cargos de confiança) na prefeitura de Barro Preto, incluindo o esposo, cunhada e irmão da prefeita Ana Paula.

Ainda de acordo com o levantamento, estas pessoas recebem “tratamento e salário diferenciado”. Agora, Ana Paula terá menos de vinte dias para explicar ao juiz de direito, Ulysses Maynard Salgado, da comarca de Itabuna, a situação.

Caso não consiga, a prefeita terá que pagar multas e ressarcir os cofres públicos, além de exonerar, imediatamente, os citados.  

Na intimação, o juiz chama atenção para o fato de pessoas condenadas por improbidade administrativa ocuparem cargos de confiança, como o esposo da prefeita e ex-prefeito de Barro Preto, Alexandre Clementino, e Hermes Souza Brandão, esposo da mãe de Ana Paula.

De acordo com o juiz, a situação estaria “causando sérios danos ao erário”.

Confira a lista dos citados:

- Adriano Clementino dos Santos (Secretário de Administração e Infraestrutura) – esposo da prefeita

- Adrizza Correia dos Santos (Secretária de Agricultura e Meio Ambiente) – cunhada da prefeita

-Edson Correia dos Santos (Secretário de Relações Institucionais) –  primo do esposo da prefeita

- Cláudio Correia de Oliveira (Chefe do Setor de Compras ) – primo do esposo da prefeita

- Fabio Bomfim Silva (Secretário de Assistência Social) – irmão da prefeita

- Youssef Bitar dos Santos (Diretor Presidente do SAAE)Primo do esposo da prefeita

José Ricardo Clementino Rocha dos Santos (Diretor de Esporte e Turismo) – tio do esposo da prefeita

Sheldon Santos Cardoso da Silva (Diretor de Transporte) – primo do esposo da prefeita

Carolina Correia Borges Santos (Assessora de Gabinete) – prima do esposo da Prefeita

Debora Cardoso Rocha (Coordenadora da Assistência Social) – cunhada

Hermes Souza Brandão (Diretor de Execução e Fiscalização de Obras) – esposo da mãe da prefeita


quinta-feira, maio 18, 2017

BARRO PRETO: PREFEITA NEGA PRATO DE COMIDA PRA SERVIDORES DA SAÚDE


Os servidores da secretaria de saúde de Barro Preto que tiram plantão noturno de 12 horas no Hospital Nossa Senhor a da Conceição não jantam mais na unidade, a prefeita Ana Paula Clementino proibiu a janta dos servidores, a ruindade e mesquinhez não para por aí, o café da manhã também não é mais servido, o Secretário de administração o marido da Prefeita Adriano Clementino vem interferindo na administração Municipal em todas as áreas, inclusive na saúde, pasta que é controlada pelo Vereador Alan Andrade. 
Informações chegadas a redação do Barro preto acontece dão conta que até a água de beber é regrada no Hospital. Além de faltar médicos, medicamentos, lençois e insumos, e agora comida.

Antes de assumir o poder a Prefeito Ana Clementino montava constantemente com sua trupe encenações no hospital expondo a unidade de saúde e até a imagem de pacientes internados no período, no intuito de desqualificar e desgastar a gestão, principalmente o funcionamento do Hospital , afirmando sempre que a ex prefeita recebia muito dinheiro pra manter a unidade funcionando e não aplicava os recursos, hoje o que presenciamos é um contante desmazelo, descaso e abandono da unidade.